O movimento é “Amo Meu Corpo”, mas...







Uma coisa muito presente no mundo plus size – e olha que eu nem quero generalizar – é a adesão quase unânime do movimento “Amo Meu Corpo”. Mesmo assim, em contrapartida, cresce a procura pelas cirurgias bariátricas: a incessante busca por milagres do emagrecimento. Basta uma matéria com “pílula que emagrece” no título, que chove gente especulando e até usando esses remédios indiscriminadamente, sem acompanhamento médico, nutricional ou psicológico. 

 O número de pessoas que não sai de casa sem uma cinta modeladora ou que não dispensam o Photoshop é gigantesco. Pessoas que defendem a bandeira do “eu me amo”, mas que não vivem sem tentar esconder os defeitos que têm – uma gordura localizada, flacidez, celulite ou estria... o normal.


 O meu corpo possui marcas de momentos felizes como me tornar mãe, e cicatrizes de outros nem tão bons. Isso quer dizer que eu chorei, sorri...eu vivi! 


Quando engordei exageradamente por um problema emocional e hormonal meu mundo desabou (possuo o tipo corpo violão cintura pequena e quadril e ombros largos sem uso de cintas modeladoras ou qualquer outro tipo de artificio pelo contrário sou totalmente contra essas coisas).
O que eu fiz foi procurar ajuda médica, psicológica e nutricional. Após um ano 40kg a menos posso dizer que, mesmo sem fazer academia por falta de tempo, venci e comendo de tudo. 
Quando escuto alguma pessoa fora do peso – não importa se 1 kg, ou 50 – falando que é difícil e que vai recorrer a cirurgia e remédios, a minha vontade é de perguntar:
 “E a preguiça, vai bem? Esforço zero né?! ” 

 Emagrecer só conseguimos com mudanças de hábitos e pensamento aliados a exercícios e EDUCAÇÃO alimentar pois comemos de forma errada!

Guerra contra a balança, ou guerra contra você mesma ?


Que jogue a primeira pedra quem consegue se olhar no espelho e gosta de estar acima do peso, ou ter dificuldade de vestir tudo que gostaria?
 

Não é o sobrepeso que te causa problema, é tua cabeça. Quantas meninas fazem cirurgia e depois de um tempo acham outra válvula de escape ou voltam a engordar? Ninguém é feliz e perfeito 24 horas por dia, nem tem a vida perfeita todo tempo, nem é preciso esbanjar confiança sempre.  Mas quando admitimos que temos falhas e que precisamos de ajuda, metade do caminho fica mais fácil. O que nos sobra é discernimento pra aceitar que não estamos confortáveis no nosso corpo, mas que podemos nos esforçar pra melhorá-lo sem hipocrisia. Posso me amar e ser feliz pelo que sou, apesar do desconforto!

Eu mesma me sinto desconfortável com vários aspectos do meu corpo não porque ele é feio mas porque eu me exijo demais mas quando eu me aceitei realmente e vi as inúmeras qualidades que possuo esses "pequenos" defeitos ao meu ver passsaram a ser minímos e quem deverá gostar de mim em primeiro lugar sou eu mesma pra poder que outros gostem. 


Não achem vocês que eu não queria ter a barriga da Flúvia Lacerda que usa tam 48 e a barriga é perfeita mas minhas queridas ela somente é a modelo plus size mais bem paga do mundo portanto é obrigação dela ter aquela barriga porque ela vive pra isso e eu pelo contrário tenho 1001 atividades profissionais e por vezes trabalho de domingo a domingo quando não de madrugada (mas faço isso feliz) mesmo que eu esteja conversando com um amigo via internet.

E pra maioria das mulheres que querem mudar o corpo por causa de um cara entendam mais uma vez um cara de verdade irá reparar nas tuas atitudes! Eu já abordei esse tema aqui!

 
O homem procura uma companheira pra envelhecer ao seu lado com conteúdo e não somente com beleza, que esta saiba que virão dificuldades e problemas e nessa hora ele precisa contar com ela, se ele quisesse uma empregada, uma mãe, uma maquina de sexo, uma babá pros filhos ele poderia ficar só. E eu estou me referindo a HOMEM não pseudo homem!


Super beijo!
Annie Donato 

(Ps: o texto contou com a revisão da jornalista Camila Garcia que eu tenho a honra de poder chamá-la de amiga e com quem eu tenho aprendido muita coisa e super recomendo os textos dela um dia ainda vou ser boa assim =D )

5 comentários:

  1. Ah, que lindo que ficou com todas as fotos e com a diagramação do site!
    =)

    ResponderExcluir
  2. Ah Camila obrigada eu acabei mudando algumas coisas no texto mas mantive a essência e as regras e dicas que vc me deu!

    ResponderExcluir
  3. Flor... mto boa essa sua abordagem...
    Fica cada vez mais claro de que a mudança vem de dentro pra fora... e o fator psicológico é uma parte fundamental nesse processo de evolução!
    Mas também nao deixa de ser a parte mais complicada e delicada de ser trabalhada!!!
    Um naturólogo ajuda muito nisso né?! hahahahha
    Beijaooo

    ResponderExcluir
  4. Flor... mto boa essa sua abordagem...
    Fica cada vez mais claro de que a mudança vem de dentro pra fora... e o fator psicológico é uma parte fundamental nesse processo de evolução!
    Mas também nao deixa de ser a parte mais complicada e delicada de ser trabalhada!!!
    Um naturólogo ajuda muito nisso né?! hahahahha
    Beijaooo

    ResponderExcluir
  5. Com certeza Amanda, vc, a Liliane e Kalil são partes dessa mudança... ;) (quem diria que em um ano eu defenderia a naturologia ¬¬')

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!!